Kong: Ilha da Caveira | Produção eleva o nível das produções de “monstros” no cinema

Ação Aventura Filmes Reviews Sci-Fi Slide
7

Bom

Image result for kong skull island

Kong: Skull Island (2017)
Diretor: Jordan Vogt-Roberts
Roteirista: Dan Gilroy / Max Borenstein / Derek Connolly
Elenco: Tom Hiddleston, Samuel L. Jackson, Brie Larson, John C. Reilly, John Goodman, Corey Hawkins, John Ortiz e Toby Kebbell

Em 2014 a Warner lançou Godzilla com uma promessa: ele seria o primeiro filme de um universo de monstros gigantes. Godzilla acabou sendo bem divisivo. Kong: Ilha da Caveira vem para tentar colocar o universo pra frente. Se isso fosse um jogo de futebol, Kong teria feito o gol que coloca o time na próxima fase do campeonato.

O filme se passa nos anos 70, logo após o final da Guerra do Vietnã. Um grupo de exploradores, liderados por Dr. Randa (John Goodman), embarca numa expedição para uma misteriosa ilha que nunca foi descoberta pelo homem. Além dos cientistas que vão em busca de descobrir os mistérios da ilha, são convocados Capitão Conrad (Tom Hiddleston), fotógrafa Weaver (Brie Larson) e um pelotão de soldados liderados pelo Coronel Packard (Samuel L Jackson). Mas na misteriosa ilha, o grupo irá descobrir que o maior mistério é aquele que é rei, Kong(Toby Kebel).

Image result for kong skull island

Os primeiros minutos do filme estabelecem muito bem os personagens. A relação entre Conrad e Weaver, a obsessão de Dr. Randa em chegar na ilha e a amizade entre os soldados. Isso ajuda a criar uma empatia com esse grupo de humanos. Quando eles finalmente vão para a ilha e dão de cara com Kong, você quer continuar a seguir esses personagens enquanto eles exploram esse lugar estranho. O problema é que quando o filme chega na ilha, ele começa a se arrastar até o terceiro ato, onde volta a ficar dinâmico e divertido.

Outra coisa que esse filme faz melhor que Godzilla de 2014 é o fato de não esconder Kong. Enquanto o filme do lagartão vivia escondendo ele durante a maior parte do tempo, Kong não é escondido, até mostram bastante dele durante o filme. Ele pode não ter o bafo atômico de Godzilla, mas esse primata consegue lutar e muito bem.

Image result for kong skull island

Kong não é o único mostro vivendo na ilha. Desde criaturas pequenas até os monstros gigantes, a Ilha da Caveira tem uma população variada dentro de seu ecossistema. Isso cria uma boa tensão quanto ao que pode estar vindo em diversas cenas, já que a qualquer minuto uma estranha criatura pode surgir e matar alguns personagens.

Falando em personagens, o elenco todo é ótimo, mesmo quando seus personagens tem histórias mal desenvolvidas. Tom Hiddleston está até bem no papel de herói clássico, mesmo que seu personagem não tenha muito a oferecer de novidade. Brie Larson poderia ter sido a personagem mais chata do filme, mas com o charme da atriz e uma caracterização bem desenvolvida, ela acaba sendo uma das melhores. Outro bom personagem é o Tenente Marlow de John C. Reiley, um piloto preso na ilha desde a Segunda Guerra Mundial. Mas o melhor e mais bem desenvolvido personagem do filme é sem duvidas Coronel Packard de Samuel L. Jackson, com sua motivação bem estabelecida, de forma até sutil, para fazer o que ele faz. Infelizmente nem todos saem com papeis bem elaborados. John Goodman pouco consegue explorar seu personagem. Outro que sofre é Toby Kebel no seu papel humano que tem uma história descartável. Porém, Kebel se redime ao dar vida a Kong na captura de movimentos.

Image result for kong skull island

Outro aspecto excelente de Kong é o seu visual. Desde o próprio Kong passando pela fotografia, o filme invoca o visual da época com a mistura da majestade colossal de seu personagem principal. A leve camada de sépia dá o tom de antigo ao filme e sua paleta de cores fortes ajuda a contrastar. Além disso os movimentos de câmera nunca confundem a ação, sempre deixando bem claro o que está acontecendo nas lutas entre monstros gigantes.

Kong consegue estabelecer o macacão de volta aos cinemas. Pode não estar pronto para enfrentar Godzilla numa luta mano a mano, mas em questão de fazer um bom filme, Kong sai na frente do monstro de Tokyo.

Good

  • Kong é um personagem legal
  • Samuel L Jackson
  • Fotografia exepcional
  • Relações bem estabelecidas dentro do elenco

Bad

  • Desperdício de tempo com Toby Kebel em seu papel humano
  • Mal uso de John Goodman
  • Segundo ato arrastado

Summary

Kong pode não estar pronto para enfrentar Godzilla, mas esse macacão consegue carregar um filme melhor que o lagartão.
7

Bom

Lost Password